Sexta Meia Noite

Sextacast 79 – REMAKES: Refilmando o Terror

Os remakes sempre geram polémicas. Sempre que o remake de algum filme é lançado, muitos questionamentos são levantados pela geração que vivenciou o filme original. Será superior ao original? Ou será inferior? Vai desmerecer o antecessor? Ou vai motivar o público atual a buscar o filme original? Essas e outras questões foram tratadas nesse programa.

Marlon Master, Evandro Sal e Edu Aurrai expressaram todas as suas fúrias relacionadas aos remakes, mas também reconheceram todos os pontos positivos deles; relembrando os melhores e piores remakes dos últimos tempos. Gostar ou não gostar de remakes? Ouça o programa e não deixe de comentar sobre o tema.

SESSÃO DE RECADOS:

yopinando

PROMETIDO NO PROGRAMA:

Critica do omelete.com.br sobre remake de A Hora do Pesadelo

Mande E-mail com SUGESTÕES, CRITICAS E PUXÃO NO PÉ:sextacast@sextameianoite.com

AGREGUE NOSSO FEED  –> Feed-se com a gente aqui!

Sigam o @SerdaMeiaNoite 

Avalie!

Ser da Meia-Noite

  • Horror a todos do SextaCast.

    Desculpem a demora no comentário, mas vida de editor de podcast é corrida, vocẽs sabem. Mas como não há desculpas para a derrota, assumo minha falha de caráter por ter escutado atrasado.

    Quanto ao programa, ótima edição. Parabéns.

    Sonbre o tema, creio que haja muito saudosismo do público de nossa geração quanto aos remakes. Notem que muitos falam mal dos remakes antes de assistí-lo, que na terra de Viirogeraxor – Lorde senhor do Ser da Meia-noite – se chama preconceito.

    Por muitas vezes, alguns espectadores assistem sem saber que um determinado filme é um remake e se divertem. Querem exemplos?

    – Invasores de Corpos do Philipe Kaufman (1978), remake do original de 1956. E este filme apesar do Spock no elenco, é muito bom.
    – Por um Punhado de Dólares do Sergio Leone (1964), remake do Yojimbo the Bodyguard do Kurosawa.
    – Sete Homens e um Destino (1960) com o CLint Eastwood também é um remake dos Sete Samurais do Kurosawa.
    – A Mosca do David Cronemberg de (1986) é um remake da Mosca de Cabeça Branca com o grande Vicent Price – All hail Dr. Phibes!
    – Scarface do Brian DePalma (1986) com o Pacino… Também é um remake.

    Aí eu pergunto a vocês: O problema é o remake ou quem faz o remake?
    Na minha horrível e medonha opinião o importante em um remake é ter o original como base de história ou apenas uma inspiração. Onde você pode ter uma releitura do filme (como os Infiltrados do Scorcese) ou apenas a história. Como o Mercenários das Galáxias – do trashíssimo Roger Corman, um brinde! – ou o
    supracitado Sete Homens e um Destino que simplesmente usaram a base de um grande filme como os Sete Samurais.

    Portanto o que realmente importa é se o filme tem o objetivo primário de entreter e não caçar níqueis para depois se preocupar com a história.

    • Salve Gunter, HORROR!

      Ótimo ponto de vista. No programa a gente não especificou (devia, shame on us), mas procuramos abordar mais o gênero terror, onde os remakes viraram literalmente sinônimo de caça-niquísmo. Se pegar remakes em geral, eu amplifico a opinião de que ainda funciona e o melhor, fora do gênero constam muitas coisas memoráveis. Por exemplo, eu adoro Onze Homens e um Segredo, digno do original.

      No caso tu citou Sete Homens e um Destino e Os Infiltrados, que passam pela simples frescura de apenas não querer ler legendas.

      • Horror!

        Sim, a questão da legenda é um ponto odioso mas não é apenas por isso.

        No meu ponto de vista, os norte-americanos não desejam assumir que se mostrar na tela outras culturas poderá arranhar o seu ego cultural – afinal eles acham que as privadas do norte são de ouro e exalam lavanda – perante a massa de manobra. Note que existe sempre a possibilidade de pessoas influenciáveios pelo cinema (qualquer ser humano é influenciável, não necessariamente pela sétima arte) e com isso perceber que a cultura européia, asiática, sul-americana e etc. podem ser mais errrr… digamos apetitosas que a do Titio Sammy.

        []’s
        Gunter

        • Evandro13Sal

          Bravo!!! muito bem, concordo, era isso que faltava amigo, a cultura xiita americana você foi dirito ao ponto amigo, também consigo ver assim, e é esclarecedor.

    • Evandro13Sal

      É esta é uma questão boa para se conversar tomando umas…. sim, eu concordo que tem muitos remakes otimos, pra mim até melhor que os originais, agora eu prefiro duas vezes mais os Infiltrados original, mesmo adorando a versão americana.
      valeu pessoal, depois marcamos um encontro num barzinho mais perto de nossas casas…

  • Pingback: nurmanaiamnsz()

  • Nossa este programa foi muito bom, pena não ter nad apara acrescentar par ao Marlon dizer que o comentario foi bom, vou ficar so nisso, simpelsmente demais

  • Claudio

    Remakes são importantes. E quando sai o desafio do podtrash?

  • Pingback: The Dark One Podtrash » Podtrash 58 – Pussies from Hell()

  • Rafael Delanhese

    Bem algo que começa com Kansas e Deep Purple não pode ser ruim kkkkkkkkkkk Salva galera bem minha opinião sobre os remakes eu acho validos gosto da maioria sempre tento enchergar as coisas boas que eles troxeram acho que fazem sucesso pelo simples fato da “polemica” tanto o pessoal das antigas vai “estourando” pra ver os ramakes pra ver “oq fizeram com a infância dele” quanto os mais jovens querendo saber pq fez tanto sucesso com o tio pai primo deles kkk é mais ou menos por ai os “antigos” vão ver não tem como querem comparar o antigo com o atual … e por isso da dinheiro kkkk
    Apoio oque o Marlon disse para o Steve … descanse em Paz meu caro vc é nosso herói !!
    AAAaa sobre o Dog Soldiers eu tbm gostaria muito de um programa sobre o filme lembro-me de ter visto na Record adorei o filme msm tendo um orçamento baixo e tals fico muuuuito foda achei que era o unico a ter gostado daquele filme …
    Enfim termino com meus Agradecimentos a toda a “Equipe Sexta” muito obrigado por mais esse cast fodástico !! (e polemico kkk) até mais abraço a todos !!

  • Obrigado pelo link no cast. Fantástico cast. Lá no Yopinando costumo criticar muito remakes, mas não é questão de ser xiita, mas como colocaram bem no começo do cast, o problema não são os remakes, mas a falta de criatividade dos roteiristas e produtoras que transparecem com a enxurrada atual. Sei que deve haver bons roteiristas tentando fazer novas histórias e provavelmente muitos bons roteiros foram deixados de lado para que fossem feitos remakes em seu lugar, mas é aí que está o problema. Fazer um remake de um filme clássico o dando uma nova e boa roupagem não é problema a não ser que ele tome o lugar de um novo filme. Como surgiram novos clássicos se as produtoras preferem ficar revitalizando antigos títulos em vez de investir em novos. Remakes são positivos para apresentar antigas boas histórias a nova geração, o problema é que , parafraseando minha própria mãe, tudo de mais faz mal e o que vemos hoje é uma enxurrada de remakes, não apenas do cinema de terror/horror mais mainstream, mas de praticamente todos os estilos. Além disso, é bom notar que não são apenas remakes de filmes, mas também reutilizações de idéias de roteiros antigos, pois vejam os filmes lançados recentemente e me digam quantos deles não lembram filmes mais antigos que viu… poucos acredito eu. Espero que algo algo aconteça na indústria que faço os roteiros originais e interessantes serem utilizados, que dividam sim o espaço com bons remakes, mas que não seja sufocado por estes. Que a indústria do cinema volte a nos apresentar do que é capaz de fazer sem recorrer ao passado com tanta frequencia.

    Terminando queria dizer que adoraria se pudesse participar sim de uma edição do sexta cast comentando filmes de terror oriental (e não sou tão especialista assim), mas também gosto muito do que é feito por estas bandas e de cara pergunto se devem assistir o novo filme (remake) de Guilherme Del Toro, Não tenha medo do escuro? Gostei bastante do trailer e prevejo que se for realmente bom, daria um ótimo sexta cast.

    Por fim um grande abraço para a equipe do sexta a meia noite, especialmente pro Evandro Sal que abrilhantou o Yopinando com seu comentário.

    Até a próxima sexta a meia noite! E um chute quanto ao cast 80, seria algum filme clássico do Zumbis referente ao mestre Romero, seria uma boa!

    • Evandro13Sal

      Olá meu amigo, olha só, vc ja esta convidado sim, se prepare…. e sobre o SextaCast 80, bem, vc acertou que vai ser um classico, geralemente sempre é um sextaclassic, mas errou não é sobre zumbi…. zumbi fica para outro proximo…. um abraço e até sexta meia noite.

  • Felipe Autran

    Remakes são impressionantes. Sempre que vai sair um remake de um filme que você gosta a primeira reação é rejeitar logo de cara. Passa o tempo e você vai aceitando a ideia e quando o filme sai no cinema você vai lá conferir. Vou fazer exatamente isso com o The Thing.

    Particularmente, não gosto de remakes. Não é pelo fato de eles terem o objetivo de ganhar dinheiro, isso muitos dos originais também tem, mas pelo dinheiro normalmente ser a coisa mais importante para o remake. Se ele vai ter uma mensagem ou não, pouco importa, em primeiro ligar fazem uma coisa que agrade mais gente e leve o pessoal pro cinema e depois, se der tempo, colocam alguma coisa inteligente ali. Pode sair filme bom dessa fórmula, mas é muito difícil algo que alcance o original ou tenha impacto parecido.

    No mais, excelente cast. Conheci vocês recentemente através do Podtrash e do Masmorracast e queria saber onde posso ouvir os episódios antigos que não estão no site.

    • Evandro13Sal

      Olá Felipe, olha só
      seja bem vindo…
      sobre os castes passados estamos repostando, o ultimo postado foi o 7
      confira…

  • Eu não tenho medo de remakes. Se um dia fizerem um bom remake que também seja um bom filme, eu considero. Mas se for uma bomba, eu simplesmente desconsidero e ignoro, pois não tira a qualidade do original.
    O grande problema dos remakes é que ao tentar trazer um filme um pouco antigo para a atualidade, acaba perdendo a qualidade e a essência do original. Reassistindo ao remake de A Hora do Pesadelo eu não achei uma bomba tão grande, mas ainda desconsidero.
    Eu assisti primeiro ao filme Deixa-me Entrar e depois ao sueco Deixe Ela Entrar e achei o remake muito melhor. Não sei se por causa da atuação da Chloe Moretz que é uma atriz que eu curto bastante.
    O filme Rec, um dos meus filmes favoritos de zumbis, me agradou tanto que eu não fiz nenhuma questão de assistir ao filme Quarentena, que me deixou com uma impressão de desrespeito.
    Um mal remake para mim é O Sacrifício, esse lixo de Nicolas Cage remake de O Homem de Palha que é bem melhor.
    Para nós que gostamos dos filmes originais, ao assistirmos um remake devemos ou gostar dele ou ignorá-lo. Eu não fico com raiva quando fazem um remake e essa “nova geração” por não gostarem do remake, xingam o original. Eu ignoro-os também, porque quem perde são eles de não saberem apreciar uma obra original de qualidade.
    Me desculpem se me prolonguei demais.

    • Pois é Victor, eu como disse não vejo mais tantos problemas com remakes. Pense assim, como disse o Evandro, quantos filmes sobre Drácula já não fizeram? Mesmo com tudo isso, ninguém esquece Nosferatu de 22 ou Drácula de Bela Lugosi. Remakes estão aí para ganhar grana mesmo. Se alguém inventar de pintar um quadro e disser que a nova Monalisa, a original vai sempre continuar original. =]

      Valeu pelo comentário!

    • Evandro13Sal

      E, este programa foi muito válido para abrir de vez esta discussão sobre os remakes.
      Em relação a Rec, tenho a mesma opinião de Victor, tambem não vi o Quarentena, e nem pretendo ver, apesar de dosar mais no sangue tirando um pouco das sutilezas do original (segundo alguns criticos). e sobre Deixe-me entrar, vou procurar ver a segunda adaptação, pois só conheço a original, e gostei bastante.
      E completando a fala do Edu, é isso mesmo, visão muito o dinheiro, mas como master falou no cast, se os remakes propõem novidades ao enredo, e seja bem elaborado, vale apena conferir sim, e o Victor tá certo tambem, não devemos temer os remakes, mas sim deixá-los de lado caso não nos agrade, afinal o original sempre será o primeiro.

      • Evandrio, acredite, se vc viu REC vc viu Quarentena também. =]

      • Eu acho que a maioria desses remakes americanos só tem funcionalidade para os próprios americanos. Apesar de que a versão americana de Deixa-me Entrar me agradou mais.

  • Richard

    Tema polémico! Eu gosto de remakes, acho que quado o filme é bom é digno que no futuro ele seja refeito com a tecnologia da époda e com atores cultuados no momenro. Mas quero destacar dessa edição é mesmo as bonitas palavras do marlonmaster para Steve Jobs eu tive a impressão que quando ele diz que “…É uma genreção que está perdendo seus herois…” ele estava com os olhos lacrimejando. Bem não sei, mas eu fiquei com os meus olhos assim enquando ouvia.
    É isso ai, ótimo tema, ótimo papo e que venha o SEXTACAST 80!!!

    • Sem falar que tem tudo haver com o tema do cast. Uma geração que está perdendo seus “heróis” com esses remakes.

  • Bernardo

    Olha, não gosto muito da ideia de remake, mas isso não significa que eu não goste de certos remakes, para mim não é questão de “Se é feito pelo dinheiro ou não.” e sim “Se é feito direito ou não”.
    Exemplo do próprio Massacre da Serra Elétrica que foi feito o remake puramente pelo dinheiro, mas eu gostei mais do remake que o original.
    Infelizmente certas pessoas usam o desculpa “Só pelo dinheiro” para justificar suas merdas…

    • Evandro13Sal

      Olá Bernardo…
      OLha, eu também gosto do remake do massacre… é um filme bem divertido, agora o original tem um Q de originalidade que a sua cópia não conseguiu captar….
      um abraço e até o proximo programa, com mais um sextaclassic.

  • Charles Andrade, O Bob

    Legal o tema. As vezes dá certo, mas na maioria das vezes não. Na boa, o que acontece de verdade é que a maioria dos remakes não passa de caça-níquel. Como disse o diretor do maravilhoso Deixe ela entrar: “Filmes que precisam de remakes são filmes que de uma forma ou outra são ruins (no sentido de não cumprir o objetivo) e o meu não é”.

    Um abraço do sumidão!

    • Evandro13Sal

      SEja sempre bem vindo amigo… falou bonito…
      concordo, também acho que muitos filmes não precisam de remakes… e outros sim, precisam ser atualizados… uma discussão boa, e que assim como gosto, cada um tem o seu… e isso vai longe.

  • Thomas

    Nem aqui também! diz q o arquivo não é encontrado.

    • Evandro13Sal

      Olha amigo, o cast ainda sai, hoje, o arquivo corrompeu,e ai o Master teve que upar novamente, ai vai demorar um pouco, mas ainda sai hoje.

  • Evandro13Sal

    Oi, Carla e amigos da madrugada. estamos com problema, e teremos que upar novamente, vamos ainda liberar hoje. só mais um momento… que o programa estar otimo…. valeu, e até já….

  • Carla

    O tema parece ótimo, mas o play não esta funcionando o q houve?

    • Pau no arquivo Carla, já já tá on novamente. =(

Siga-nos

Você pode acompanhar o sextameianoite.com nos perfis sociais abaixo:

Populares

Os Mais Comentados

Ver ícones
Sair
/* ]]> */