Sexta Meia Noite

Sextacast 178 – O Enigma do Outro Mundo

5/5 (3)

Olá, amigos seres da meia noite!

Mais uma edição do SextaCast direto da Antártica, isso mesmo! Nesta edição Marlon Master, Evandro Saldanha foram longe para desvendar este Enigma do Outro Mundo, e descobriram que nem tudo é o que parece. Então aperte o play e tente descobrir também!

TRAILER

Mande E-mail com SUGESTÕES, CRITICAS E PUXÃO NO PÉsextacast@sextameianoite.com

E não se esqueça de CURTIR a página do Sexta Meia-Noite no Facebook:

Sextacast no Facebook

Baixe o programa clicando em “Download”, logo abaixo, com o botão direito de seu mouse e escolhendo “salvar link como”.

FEED-SE!

 

Avalie!

Ser da Meia-Noite

  • Esse filme é muito grotesco em algumas cenas, mas realmente possui um ótimo roteiro. Acabei ficando no meio termo, nem bom ou ruim. Mas gostaria de destacar que o início lembra muito o primeiro episódio de As Sementes da Destruição da série de ficção científica Dr. Who. Descobri que essa história foi inspirada pelo The Thing de 1951, sendo que a As Sementes foi exibida originalmente em 1976.

  • Yuri Guimarães

    Gostaria muito de ver um podcast sobre o filme: In the Mouth of Madness, até hoje o meu filme de terror preferido buscando muito do tema da loucura bastante presente no meu também autor preferido H.P. Lovecraft, sendo assim também recomendo outro filme que é Cthulhu, que é outro filme que gosto muito.

    • Marlon Master

      Indicação anotada! Vlw é sim um ótimo filme.

    • Dayana Sartorio

      Uaauuu! Yuri! Estou mesmo para ver “A Beira da Loucura” a muito tempo!
      Acaba de voltar para a lista!
      Já Cthulhu eu não conhecia. Verei em breve!

      Obrigada pelas indicações!
      Abraços!

  • Bruno Santos

    muito bom

  • Alberto R

    Esse filme entra fácil no meu TOP-10 de todos os tempos. Assisto pelo menos uma vez por ano de tanto que gosto dele. Desde o frame inicial de um montanha em forma de parede gelada até a coisa toda pegando fogo no fim, acho genial. Os efeitos especiais ainda funcionam muito bem com uma pequena ressalva para o monstro final e na espetacular cena do teste de sangue. Fora a parte da espaçonave que realmente fica meio mal explicada. Os personagens são desenvolvidos na medida do possível pq são muitos, em especial o MCready. Reparem na cena inicial em que ele está jogando xadrez contra o computador e não aceita a derrota quebrando a máquina depois perder. Isso se conecta com uma cena já no final quando “A coisa” destrói o gerador e ele se dá conta de que não vai sair vivo do acampamento: “A gente não vai sair vivo daqui, mas “A coisa” também não vai”. Fora o clima de paranoia e pessimismo que ronda o filme inteiro, que leva a frases do tipo “Hoje em dia confiar ficou difícil”. Não há espaço para humor e sentimentalismo. No único momento que um personagem diz que é amigo de outro há mais de 10 anos, outro personagem diz que “tem que ir lá fora e queima-lo”, pois o tal amigo já virou um monstro. A forma com que o roteiro não cria simpatia com nenhum personagem acho que é até proporcional ao pessimismo que o John Carpenter queria imprimir no filme. Eu acho até coerente com o final. Li uma entrevista de um cara que participou da equipe técnica do filme em que ele diz que o personagem do Keith David era a coisa no final, basta observar a respiração dos 2 , de um deles, Keith David, o ar não está condensado na frente dele. Jonh Carpenter colocou isso pra ver se o publico pegava esse detalhe.
    Enfim, já me alonguei muito. Fico feliz de ouvir um programa falando sobre uns dos meus preferidos.
    Obrigado!

    • Evandro Saldanha

      Otimo comentário… resenha kkkkk adorei, muito bem observado e otima resposta ao programa também. obrigado pelo retorno e por nos acompanhar sempre.

      • Marlon Master

        Show! Realmente esse detalhe do final eu não tinha observado, vlw mesmo.

  • Ótimo episódio!
    Lembro que assisti O Enigma do Outro Mundo em uma tarde, quando passou no Cine Trash TV Bandeirantes nos anos 90. Só naquela época mesmo para passar uma ficção gore dessa de tarde! 😀

    Só uma observação, o filme de O Enigma do Outro Mundo de 2011, não é um remake e sim um prequel, pelo que me recordo o filme de 2011 termina com o mesmo cão que inicia o filme de 1982.

    • Marlon Master

      Muito bem observado, Márcio Castro! Show!!! Vlw

  • Alberto R

    Esse filme entra fácil no meu TOP-10 de todos os tempos. Assisto pelo menos uma vez por ano de tanto que gosto dele. Desde o frame inicial de um montanha em forma de parede gelada até a coisa toda pegando fogo no fim, acho genial. Os efeitos especiais ainda funcionam muito bem com uma pequena ressalva para o monstro final e na espetacular cena do teste de sangue. Os personagens são desenvolvidos na medida do possível pq são muitos, em especial o MCready. Reparem na cena inicial em que ele está jogando xadrez contra o computador e não aceita a derrota quebrando a máquina depois perder. Isso se conecta com uma cena já no final quando “A coisa” destrói o gerador e ele se dá conta de que não vai sair vivo do acampamento: “A gente não vai sair vivo daqui, mas “A coisa” também não vai”. Fora o clima de paranoia e pessimismo que ronda o filme inteiro, que leva a frases do tipo “Hoje em dia confiar ficou difícil”. Não há espaço para humor e sentimentalismo. No único momento que um personagem diz que é amigo de outro há mais de 10 anos, outro personagem diz que “tem que ir lá fora e queima-lo”, pois o tal amigo já virou um monstro.
    Enfim, já me alonguei muito. Fico feliz de ouvir um programa falando sobre uns dos meus preferidos.
    Obrigado!

  • Genial! Enigma do Outro Mundo é um dos três melhores filmes de John Carpenter de toda sua filmografia. Não a toa Tarantino “pegou emprestado” seu ritmo e premissa para seu 8 Odiados. Do suspense à paranoia gerada durante o que poderia de outra forma ser um roteiro raso, o filme é fantástico. Parabéns pelo episódio. 8)

    • Evandro Saldanha

      Obrigado caro Pensador. Realmente o filme é bem melhor do que eu lembrava, revendo ele vi o quanto pode gerar boas analises.
      um abraço.

      • Marlon Master

        Fantástico! Só pensador louco mesmo para lembrar desse detalhes acabou que nem falamos disse, mas sim ha muito de Carpenter em Tarantino. Vlw meu amigo.

Siga-nos

Você pode acompanhar o sextameianoite.com nos perfis sociais abaixo:

Populares

Os Mais Comentados

Ver ícones
Sair
/* ]]> */